Osteopenia na coluna

Osteopenia na coluna: o que é, sintomas, causas e tratamentos

Osteopenia na coluna: o que é, sintomas, causas e tratamentos

A osteopenia é caracterizada pela perda precoce de densidade óssea, o que torna os ossos mais fracos. Se não for tratada de forma adequada, pode evoluir para osteoporose, que é um problema mais grave, em que os ossos estão muito fracos e podem partir com pequenas pancadas.

A osteopenia pode afetar mulheres e homens. No entanto, é mais comum em mulheres com menopausa precoce ou na pós-menopausa, especialmente as brancas e as asiáticas, de baixo peso e estatura. Nos homens, o problema se agrava depois dos 60, 70 anos, quando cai a produção de testosterona, o hormônio masculino.

O envelhecimento é o principal fator para o aparecimento da osteopenia na coluna ou em outras partes do corpo, mas outros fatores também podem contribuir, como genética – a hereditariedade influencia em cerca de 70 % da massa óssea; idade da menopausa; tabagismo; histórico de fraturas (de baixo impacto); peso corporal (muito baixo ou em obesidade); uso prolongado de medicamentos à base de corticosteroides; falta de atividade física irregular (sedentarismo).

Por ser uma doença silenciosa, a osteopenia na coluna ou em outras partes do corpo não apresenta sintomas. Pode se apresentar com fratura, dependendo da propensão para baixa massa óssea de cada  pessoa.

Diagnóstico

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o indivíduo está com osteopenia quando a densidade mineral do osso gira entre menos 1% e menos 2,4%; portanto maior do que a perda fisiológica considerada normal para a faixa de idade.

O principal exame para diagnóstico da osteopenia na coluna é a densitometria óssea, que permite medir a quantidade de cálcio por centímetro quadrado no fêmur e na coluna vertebral. Exames laboratoriais de sangue são úteis para avaliar possíveis causas secundárias da degeneração óssea, que exigem tratamento específico. Quanto mais precoce o diagnóstico, maior a chance de sucesso terá o tratamento.

É difícil reverter o quadro de osteopenia na coluna. Por isso, o tratamento é baseado no retardo da degradação do tecido ósseo que pode levar à osteoporose.

Tratamento da osteopenia na coluna

O tratamento pode ser medicamentoso ou não medicamentoso. O não medicamentoso inclui mudança radical no estilo de vida. Abandonar os principais fatores de risco como tabagismo e sedentarismo é o primeiro passo. Fazer exercícios leves, como caminhada, escalada e dança ajuda a melhorar a saúde dos ossos. Comer mais verduras, peixes e laticínios também pode ajudar a não perder tanta massa óssea.

No caso de medicamentos, normalmente é feita a suplementação de cálcio e vitamina, que ajuda a aumentar a absorção do cálcio e de outros minerais.

Qualquer medicamento, inclusive as suplementações de cálcio e vitamina D, aparentemente inofensivas, só deve ser usado com prescrição e acompanhamento médico.  

 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião de coluna vertebral em Cuiabá!

Posted by Dr. Carlos Augusto Costa Marques in Todos