síndrome piriforme

Como aliviar a síndrome do piriforme?

A síndrome do piriforme é uma rara condição clínica na qual o nervo ciático passa por dentro das fibras do piriforme, músculo localizado na nádega. As pessoas com essa síndrome sofrem inflamação no ciático, em decorrência da constante pressão que esse nervo recebe devido a sua localização anatômica.

O quadro costuma ser bastante doloroso justamente por causa do nervo ciático inflamado. A dor, normalmente, fica concentrada na perna direita, uma vez que esse lado tende a ser o mais afetado. Além disso, pode ocorrer forte dor em forma de pontada na nádega ou na coxa, dor na lateral da perna e parte superior do pé, dificuldade para caminhar em meio a uma crise ciática, fraqueza na perna e sensação de dormência.

Fatores diversos podem contribuir para o desenvolvimento dessa síndrome, entre eles o aumento do músculo piriforme como resultado dos treinos para os glúteos, queda na posição sentada, acidente de trânsito, trauma na nádega, contratura do glúteo, etc. Essa condição pode ser amenizada. Leia o artigo e descubra como aliviar as manifestações da síndrome do piriforme.

Atividades físicas

A dor ciática tem tratamento. É recomendada a adoção de estratégias para diminuir a tensão e alongar o músculo piriforme. A prática de exercícios físicos apropriados é um recurso fundamental para atenuar os sintomas da síndrome do piriforme.

Fisioterapia

Ótimas opções para aliviar a dor ciática são as sessões de fisioterapia. Assim como os exercícios físicos, a atividade fisioterápica contribui para o alongamento e redução da tensão da musculatura piriforme.

Terapia manual

Massagem profunda faz parte do tratamento conservador para melhorar o quadro de dor ciática, especialmente visando à liberação miofascial. Essa terapia manual pode provocar certo incômodo durante a aplicação, entretanto, promove um alívio recompensador depois.

Uso de fármacos

O uso de anti-inflamatórios prescritos pelo especialista pode ser benéfico no tratamento de síndrome do piriforme. Nos casos mais graves, pode ser necessária a injeção de anestésicos ou corticoides. Somente o médico pode indicar o tipo ideal, dosagem segura e duração do tratamento com fármacos. A automedicação é contraindicada.

Compressas mornas

Aquecer o local sutilmente também pode a aliviar a dor no nervo ciático. Não é uma medida com resultados efetivos, mas é um paliativo temporário que gera conforto e bem-estar.

Para diagnosticar a síndrome do piriforme e dar início ao tratamento adequado, além da análise dos sintomas, é ideal fazer exames de imagem, como tomografia, ultrassom ou ressonância magnética. Somente depois da confirmação é que a abordagem terapêutica deve ser definida. Sendo assim, o primeiro passo a ser dado ao se sentir dor ciática é procurar o ortopedista para investigar o caso.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião de coluna vertebral em Cuiabá!

Comentários
Dr. Carlos Augusto Costa Marques

Posted by Dr. Carlos Augusto Costa Marques