ligamento iliolombar

Ligamento iliolombar e articulação facetária: entenda o que são e sua importância para a saúde da coluna vertebral

A dor na região mais baixa das costas pode ter muitas causas, incluindo alterações no ligamento iliolombar  ou na articulação facetária. As duas estruturas fazem parte de diferentes pontos da coluna, mas podem gerar sintomas semelhantes e confundir o diagnóstico final.

Neste artigo, nós vamos falar sobre o que se trata cada uma das estruturas – articulações importantíssimas para a mobilidade e funcionalidade do corpo. Confira, a seguir!

Funções do ligamento iliolombar e da articulação facetária

O que são os ligamentos iliolombares?

Os ligamentos iliolombares fazem parte de uma série de estruturas (músculos, tendões e ligamentos) que exercem a função de limitar os movimentos e proteger a coluna lombar. Esses ligamentos são essenciais para a estabilização da coluna, sem as quais o corpo humano estaria propenso a diversos distúrbios causados pelo excesso de movimento.

Assim, quando saudáveis, eles servem como verdadeiros protetores da coluna vertebral. No entanto, os iliolombares não trabalham sozinhos. Existem outros seis ligamentos responsáveis pela estabilização, como os ligamentos:

  • longitudinal anterior;
  • longitudinal posterior;
  • amarelo;
  • interespinhoso;
  • supraespinhoso;
  • intertransverso.

Os ligamentos iliolombares conectam os ossos sacro e ílio, na região da bacia. O sacro tem um formato triangular e está localizado na base da coluna. Ele encontra o osso ílio (pelve) por meio da conexão com o ligamento iliolombar. Essa estrutura também conecta as últimas vértebras (ossos) lombares: as vértebras L4 e L5.

Por isso, os ligamentos iliolombares também são muito importantes para a saúde das duas vértebras. Quando um deles é alvo de lesões, a L4 e L5 ficam propensas a gerar dor.

O que são as articulações facetárias?

As articulações facetárias também são essenciais para a estabilização e movimentação da coluna vertebral. Sem elas, seria impossível os movimentos de torção. As facetas, ou articulações zigoapofisárias, são bem pequenas e estão localizadas na parte de trás das vértebras. 

Em conjunto com os discos intervertebrais, as articulações facetárias possibilitam a flexão (movimento para frente), extensão (movimento para trás), rotação (movimentos da esquerda para direita, e vice-versa), como também a flexão lateral (para frente do lado direito ou esquerdo). Outras funções das articulações facetárias incluem:

  • absorver cargas na coluna, principalmente na lombar;
  • proteger as raízes nervosas da espinha;
  • capacitar o corpo para perceber sua posição no espaço.

O último ponto está ligado a uma importante característica das facetas: o fato de serem compostas por diversos nervos. Isso faz com que qualquer alteração nessas estruturas provoquem dores nas costas. Isso ocorre principalmente na parte inferior da coluna lombar, nas vértebras L4 e L5. 

Mesmo com o suporte fornecido pelo ligamento iliolombar, a parte mais baixa das costas sofre muita pressão por suportar a carga de peso de toda a coluna, além de ser a região de maior movimentação. 

Assim, as articulações facetárias da coluna lombar são as mais suscetíveis à degeneração e, consequentemente, às dores e inflamações. 

Quer saber mais sobre o ligamento iliolombar e sobre a articulação facetária? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião de coluna vertebral em Cuiabá!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp