dor neuropática

O que é dor neuropática e quais são as opções de tratamento?

A dor neuropática é um tipo de dor decorrente de uma lesão no sistema nervoso. Ela pode ter uma série de causas, como uma infecção ou diabetes, por exemplo. Este estado doloroso acontece, porque há uma alteração nos estímulos nervosos interpretados pelo cérebro. Este erro na decodificação das mensagens nervosas traz sensações físicas como dor e queimação em uma ou mais regiões do corpo. A dor neuropática é crônica é seu tratamento é bem mais complexo do que o tratamento de qualquer outro tipo de dor. Por isso, neste artigo, vamos falar sobre esse problema de saúde e sobre como tratá-lo de forma adequada.

Conhecendo melhor a dor neuropática

É importante entender que a dor neuropática não é uma dor comum. Ela é consequência de alguma doença que afetou o sistema nervoso. Por isso, é mais complexa de ser tratada. Algumas doenças que afetam o nosso organismo podem desencadear a dor neuropática. No entanto, ela também pode ser provocada por uma disfunção no próprio sistema nervoso. O estado doloroso e todos os sintomas que o acompanham são decorrentes de uma alteração na forma como o cérebro “entende” o estímulo nervoso. Ou seja, o funcionamento do sistema nervoso foi comprometido e não está funcionando corretamente. Este mau funcionamento pode ser causado por uma série de problemas de saúde. São eles:
  • Diabetes mellitus;
  • Infecções causadas por bactérias ou vírus, como sífilis, herpes ou AIDS;
  • Problemas nos nervos faciais;
  • Alcoolismo
  • Deficiência nutritiva;
  • Problemas de tireoide;
  • Trauma na medula decorrente de acidentes, fraturas ou cirurgias;
  • Amputação de um membro, caso em que pode surgir a dor do membro fantasma, que é quando o paciente sente dor no membro que já não existe;
  • Pacientes em quimioterapia;
  • Esclerose múltipla.

Sintomas

A dor neuropática é uma dor de intensidade alta que pode estar acompanhada de sensação de agulhada, formigamento, ardência e extrema sensibilidade na área do corpo onde o nervo foi afetado. Ela pode ser sentida em uma região específica, como braços e pernas, ou pode ser generalizada, afetando várias áreas do nosso corpo. No entanto, mais de um nervo pode estar comprometido, levando a uma dor generalizada. Outra característica desse tipo de estado doloroso é que ele pode ser contínuo ou ir e vir de forma intermitente. Além disso, ele pode surgir também quando há contato com roupas e outros objetos que encostarem no corpo.

Buscando tratamento

A notícia boa é que possível tratar esta patologia. No entanto, é necessário o emprego de um conjunto de medicamentos para que o resultado seja favorável para o paciente. De acordo com o quadro de intensidade da dor e com o que a ocasionou, podem ser prescritos analgésicos de ação central, anticonvulsivantes ou antidepressivos. Os medicamentos anticonvulsivantes atuam na redução da atividade nervosa na região afetada. Já os analgésicos de ação central são mais fortes e diminuem com mais eficácia a dor. Os antidepressivos são empregados pois ajudam no controle da depressão que frequentemente surge em doentes em que a dor atingiu seu estágio crônico. Em alguns casos específicos de dor neuropática avaliados pelo médico, no entanto, pode ser necessário o tratamento cirúrgico. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião de coluna vertebral em Cuiabá!
Comentários
Dr. Carlos Augusto Costa Marques

Posted by Dr. Carlos Augusto Costa Marques