osteoporose

4 complicações graves da osteoporose

A osteoporose é uma doença que se caracteriza pela redução de massa óssea, quadro clínico que resulta em ossos finos, ocos e fragilizados, portanto mais suscetíveis a consequências danosas, como queda. Entre os principais fatores de risco da doença estão o histórico familiar, deficiências hormonais, efeitos colaterais de medicamentos, alimentação deficiente em cálcio e vitamina D, baixa exposição solar, repouso e imobilização prolongados, idade avançada, sedentarismo, tabagismo, alcoolismo, determinados tipos de câncer e doenças endócrinas, hepáticas ou reumatológicas.

A osteoporose é mais prevalente em mulheres do que em homens, sobretudo depois da menopausa, quando há uma queda expressiva nos níveis de estrogênio, hormônio essencial para manter o equilíbrio entre o ganho e a perda de massa óssea. Essa condição, por si só, é preocupante, uma vez que compromete a qualidade de vida e a saúde de quem recebe o diagnóstico. A osteoporose é ainda mais perigosa em idosos, justamente devido ao risco aumentado de complicações.

A osteoporose é uma enfermidade silenciosa que, em raros casos, manifesta sintomas. Muitas vezes só é diagnosticada quando a pessoa se dá conta de três graves problemas decorrentes do quadro, que são dor intensa e constante nas costas, fratura óssea e redução da estatura. Continue lendo o artigo e entenda melhor.

Fraturas ósseas

As fraturas ósseas são complicações que podem indicar fase avançada da osteoporose. Normalmente ocorre fratura espontânea de um osso que está muito fraco e poroso, de modo que não suporta nenhum esforço ou trauma, por menor que seja. Um simples espirro ou uma crise de tosse, por exemplo, podem desencadear fratura.

Dor na coluna

É comum que os indivíduos com osteoporose apresentem problemas de coluna e danos no fêmur, punho e costelas. A sensação dolorosa não é só um sintoma, mas também uma complicação, pois, dependendo do nível de intensidade da dor, ela pode ser incapacitante. Costuma se manifestar em estágios mais avançados e se concentrar nos locais em que ocorreram as fraturas ou desgastes ósseos.

Diminuição da estatura

As lesões mais frequentes associadas à osteoporose são as fraturas de vértebras por compressão, fator gerador de outra séria complicação: a diminuição da estatura. Essa consequência negativa da osteoporose acontece devido à progressiva diminuição da densidade óssea, o que eleva significativamente as chances de o indivíduo ficar alguns centímetros menor.

Considerando que, em muitos casos, a osteoporose é uma condição assintomática e difícil de ser percebida, é importante realizar check-ups regulares para diagnosticar possíveis alterações e iniciar o tratamento adequado, se for necessário. O exame mais preciso para a identificação da osteoporose é o teste de densidade óssea.

Compressão dos nervos cranianos

A osteoporose é uma condição que pode provocar compressão dos nervos cranianos, o que, em determinados casos, acarreta complicações graves como, por exemplo, cegueira, paralisia facial e definhamento.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião de coluna vertebral em Cuiabá!

Comentários
Dr. Carlos Augusto Costa Marques

Posted by Dr. Carlos Augusto Costa Marques