cirurgia de coluna

Cirurgia de coluna: quando é recomendada e os principais tipos

A cirurgia de coluna pode ajudar a aliviar algumas causas de dores nas costas, mas raramente é necessária. Isso porque, a maioria dessas dores se resolve de maneira mais simples, como a mudança de hábitos. A dor lombar é uma das doenças comuns observadas pelos médicos quando o paciente os visita. Sendo assim, os medicamentos anti-inflamatórios e a fisioterapia geram resultados satisfatórios ao paciente. Pensando nisso, elaborei este artigo para abordar os principais pontos sobre a cirurgia na coluna. Assim, você saberá quando ela é ou não necessária.

Como saber se você precisa de cirurgia de coluna

A cirurgia de coluna pode ser uma opção caso os tratamentos não invasivos não funcionem. Além disso, é uma opção em casos extremos de dor persistente ou incapacitante. A operação geralmente alivia de maneira mais previsível a dor, ou dormência que parece descer pelos braços ou pernas. Esses sintomas geralmente são causados ​​por nervos comprimidos na coluna. Dessa forma, os nervos podem ficar comprimidos por vários motivos. Vejamos dois exemplos:

Problemas nos discos intervertebrais

Os discos intervertebrais funcionam como amortecedores de impacto para as nossas vértebras. Dependendo do problema que os acometa e de seu nível de gravidade, pode ser necessário recorrer ao procedimento cirúrgico.

Crescimento excessivo de ossos

A osteoartrite pode resultar em esporões ósseos na coluna vertebral. Esse excesso de osso afeta mais comumente as articulações na parte traseira da coluna vertebral. Ou seja, reduz a quantidade de espaço disponível para os nervos passarem pelas aberturas da coluna. Pode ser muito difícil identificar a causa exata da dor nas costas. Mesmo se seus exames de Raio-x mostrarem que você tem problemas no disco ou nos ósseos. Isso porque, as radiografias realizadas geralmente revelam discos proeminentes, ou hérnia que sejam assintomáticas e não precisem de tratamento.

Principais tipos de cirurgia de coluna

Os diferentes tipos de cirurgia de coluna incluem:
  • Discectomia. Ela envolve a remoção da parte herniada de um disco para aliviar a irritação e inflamação de um nervo. A discectomia geralmente requer a remoção total ou parcial da porção traseira de uma vértebra para acessar o disco rompido.
  • Laminectomia. Este procedimento faz a retirada do osso sobre o canal da medula. Ele aumenta o canal medular e é realizado para aliviar a pressão nervosa causada por estenose espinhal.
  • Fusão. A fusão espinhal conecta permanentemente dois ou mais ossos da coluna vertebral. Pode aliviar a dor dando mais estabilidade após uma fratura da coluna vertebral. De vez em quando o procedimento é usado para eliminar movimentos dolorosos entre as vértebras, o que pode resultar de um disco ferido.
  • Implante de discos artificiais. Os discos artificiais implantados são uma alternativa de tratamento à fusão da coluna vertebral para movimentos dolorosos, como visto acima. Mas, esses dispositivos, relativamente novos, não são uma opção para a maioria das pessoas.

Considere todas as opções antes da cirurgia

Antes de optar pela cirurgia de coluna, considere obter uma segunda opinião de um especialista. Os cirurgiões da coluna podem ter opiniões diferentes sobre quando operar, que tipo de cirurgia realizar e se – para algumas condições da coluna – a cirurgia é necessária. Por fim, a dor nas costas e nas pernas pode ser uma questão complexa que pode exigir uma equipe de profissionais de saúde para diagnosticar e tratar devidamente o problema.
Comentários
Powered by Rock Convert
Dr. Carlos Augusto Costa Marques

Posted by Dr. Carlos Augusto Costa Marques