cirurgia da coluna vertebral

Quais os critérios de indicação da cirurgia da coluna vertebral

As cirurgias de coluna vertebral são uma ótima opção para pacientes que sofrem de algum problema nessa região. Porém, muitas vezes esse procedimento é feito sem que exista absoluta necessidade, ou mesmo em casos em que não é o tratamento ideal. Isso acaba gerando custos desnecessários para os pacientes, além de desconforto. Para evitar isso, é fundamental conhecer muito bem, e respeitar, os critérios de indicação desse tipo de intervenção cirúrgica.

O que é a cirurgia de coluna vertebral?

A cirurgia, como dito acima, é uma resposta para diversos problemas que um paciente pode ter na coluna. O procedimento pode ajudar a tratar condições como as hérnias de disco, a escoliose, e inúmeras outras, podendo ser combinado com fisioterapias e outras técnicas, para promover ainda mais conforto para os pacientes.

Para realizar essas cirurgias, são usados diversos instrumentos, que estão cada vez mais modernos e eficientes, buscando resolver o problema com o máximo de conforto e segurança.

Critérios para a indicação

De maneira geral, as cirurgias de coluna vertebral são indicadas quando há uma falha no processo de alívio dos sintomas de problemas na região, após tratamentos menos invasivos, como fisioterapias. Esse é um dos primeiros critérios para a indicação da intervenção e um dos mais importantes a serem respeitados.

Outro critério comum é a urgência. Uma cirurgia de hérnia de disco, por exemplo, pode ser bem urgente se o paciente experimentar sintomas mais graves, como a perda de força na perna ou no pé, além de dores incapacitantes.

A presença de alguma doença degenerativa também é um critério bem forte para a indicação de cirurgia. Certos exames podem indicar esse tipo de problema, que deve ser tratado o mais rapidamente possível.

Além disso, a qualidade de vida do paciente é outro grande indicador da necessidade de cirurgia. A dor, evidentemente, é o 1º fator. Se ela for crônica, ou seja, tiver uma duração muito longa e ininterrupta, a cirurgia é mais recomendada. Um bom indicador disso é o uso de remédios. Se o paciente se vê forçado a usar remédios para controlar os sintomas das dores mais que 2 vezes por semana, pode ser o caso de avaliar com mais cuidado a opção cirúrgica.

Por fim, outro critério que pesa bastante é a redução da capacidade física do paciente. Se a dor ou o problema diminui a capacidade da pessoa de trabalhar ou mesmo de ter uma qualidade de vida por meio do lazer, a opção da cirurgia é considerada com mais peso.

Quando o paciente conversar com o médico, este irá considerar todas essas variáveis. O profissional vai avaliar o peso de todos esses critérios para definir se a cirurgia é ou não necessária ou mesmo se é a melhor opção. Apressar o processo cirúrgico não é benéfico para ninguém, por isso conte sempre com um profissional de qualidade e confiança.

Os cuidados com a cirurgia

Essa preocupação em garantir que a cirurgia de coluna vertebral seja feita apenas no momento ideal tem um motivo. Qualquer procedimento possui riscos, mesmo que mínimos, e a cirurgia é um estresse que pode ser desnecessário ao corpo do paciente. Portanto, converse bem com o médico antes de tomar qualquer decisão.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder os seus comentários sobre esse assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião de coluna vertebral em Cuiabá!

Comentários
Dr. Carlos Augusto Costa Marques

Posted by Dr. Carlos Augusto Costa Marques